Poema "Inlucidez"

Inlucidez

Sob o efeito do álcool, minha lucidez se esvai. Meus passos se atrapalham, mais um bêbado que cai. A bebida me entorpe, mas também me acalma. Sou um embriagado sozinho há muito tempo sem alma. Pensamentos corroem a cabeça, nem se mais se eu existo. Tudo está turvo, obscuro, nem sei por que ainda insisto. O horizonte não existe, só um amontoado de cores. Crueis, tentam me enganar, se parecendo com ex-amores. Mergulho nesta inlucidez, conto meus dias para o fim. Só mesmo minha inlucidez pra te trazer de volta pra mim.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Poema "Prelúdio"

Haicai - Cultura Japonesa